28 de fevereiro de 2010

Zagueiro do Stoke diz que não teve maldade em lance com Ramsey


Em jogo marcado pela terrível lesão do meia Aaron Ramsey, o Arsenal venceu o Stoke City por 3 a 1, neste sábado, e voltou à briga pelo título do Campeonato Inglês. Com o resultado, a equipe londrina chegou a 58 pontos, três a menos que o líder Chelsea, derrotado por 4 a 2 para o Manchester City.

O Stoke City entrou em campo para manter a boa fase, já que não havia perdido uma única vez em 2010. E a equipe da casa conseguiu sair à frante logo aos 8 minutos, com Pugh.

Precisando da vitória para manter suas esperanças de título, o Arsenal foi para cima e empatou com Bendtner, aos 32 minutos, ainda na primeira etapa.

O segundo tempo começou disputado e, aos 21 minutos, aconteceu o lance que marcou a partida. Após uma entrada dura de Shawcross, o meia Aaron Ramsey sofreu uma fratura na perna direita. A cena - que fez lembrar da lesão do brasileiro Eduardo da Silva, há dois anos - deixou os jogadores do Arsenal atordoados.

A partida foi reiniciada, e o Arsenal marcou duas vezes nos acréscimos, vencendo os rivais por 3 a 1. Na comemoração do segundo gol, o espanhol Cesc Fabregas homenageou Ramsey, levando a mão à perna direita,

Ironicamente, Shawcross foi a grande novidade na convocação da seleção inglesa para o amistoso contra o Egito, na quarta-feira, em Wembley. A relação com os atletas foi divulgada após a partida, mas estava pronta desde a véspera.


video

Nenhum comentário:

Postar um comentário